quarta-feira, 29 de abril de 2009



_______________
. . .


ft: j carlos da silva ramos

17 comentários:

gabriela rocha martins disse...

plano na melancolia boa e doce que os teus poemas me transmitem
e saio
em estado de graça para voltar amanhã


.
um beijo

Graça Pires disse...

desarrumar definitivamente o mar nos olhos para o temporal das tuas palavras envolvidas em barcos e conchas e gaivotas que esvoaçam a esperança de lés a lés.
Um grande beijo, Maré.

lobices disse...

"...irei amanhar a terra e semear trevo
no descanso temporário da língua
para desarrumar definitivamente o mar nos olhos..."
...
...gostei

Maria disse...

"para desarrumar definitivamente o mar nos olhos"
Se conseguires diz-me. Inventarei um jardim...
Belíssimo poema.

Beijo

Isabel disse...

temporariamente sereno e cheio de limos que descansam a voz.

.
esta.

que se ergue.
para nos amanhar os dias.



.


tanto.

que gostei.



(dmeumbeijo.blogspot.com)

Luis Eme disse...

sim... desarruma o mar dos olhos,

inventa um sorriso e olha-o de frente, com as ondas salgadas...

bjs Maré

Vieira Calado disse...

Um poema muito bonito, bem escrito.
Gostei.

Beijinhos

mateo disse...

Tenho sementes de trevos de 4 folhas.
Queres?
Entre as tuas palavras encontrei terra madura...
Beijo.

AnaMar (pseudónimo) disse...

Nada é definitivo. Nem mesmo o mar desarrumado nos olhos...

Lindo poema

susaninha disse...

____ dizem que os barcos se ausentam invernando depois do amor...

Lindo,escreves tão bem, adoro.

Que um anjo te ilumine
Beijinho

Mar Arável disse...

Belo

o meu mar desgrenhado

Arabica disse...

Desarrumar o mar, dobrar o cabo, enxutar os barcos adormecidos.


Um abraço, Maré.

lupussignatus disse...

a respiração

do

mar



[funda



tão



p
r
o
f
u
n
d
a]

Lucubrina disse...

O de bom desta via.
Viaja-se rápido e encontram-se boas surpresas.
Estive a ver e gostei.
Gosto como escreve e principalmente da integridade em colocar, sempre que possível, a identificação do autor das imagens que ilustram os seus "posts".

Bonita a figuração "desarrumar definitivamente o mar nos olhos"

Voltarei cá

mateo disse...

Perguntas se sei...
Ainda sei... que há mais marés que marinheiros.
Que tal aproveitar a sétima onda e (a)postar?
Beijos.

Isabel disse...

sem ardis.


com toda a plenitude de um navegar.


sólido.


o meu beijo.


.piano.



uma escrita que se desdobra ao sabo

isabel mendes ferreira disse...

maré.................

eu. eu é que te Agradeço.




. sempre.



legente.