quarta-feira, 19 de novembro de 2008


Foto:Jukka Vuokko

10 comentários:

Luis Eme disse...

lindo o teu poema de amor...

bjs Maré

Maria disse...

Belíssimas palavras...
(e calaste-me...)
:)

Lugar do Olhar disse...

Não perguntes nada
que eu...
não saberei
responder...!

Aportei por aqui, levada pelo vento de tantas palavras, e adorei está maré... de sentimento. Parabens!

Um beijo

Graça Pires disse...

As sombras que vestem as palavras esperam a luz de umas mãos ou de um olhar que impede a cegueira...
Belíssimo poema como sempre. Já estão em livro estes poemas? Para quando o livro?
Um beijo Maré.

gabriela rocha martins disse...

há dias em que o POEMA se transforma numa flor resplandecente

hoje foi um deles

BELOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO



.
um beijo

O Puma disse...

No segredo dos silêncios

Mar Arável disse...

É sempre bom ouvir as palavras

cantar

como as marés

lupussignatus disse...

"palavras

que nos

vestem

de luz"



(e nos
agasalham
do frio :)



Obrigado.

Graça Pires disse...

Maré, não falei para fazer género. Gosto mesmo do que escreves. Um beijo. gracampires@hotmail.com

Henrique Dória disse...

Ainda é possível o espanto!