quarta-feira, 9 de julho de 2008




Fotos: Dana Danaf and Nikolay kasachec

3 comentários:

Graça Pires disse...

Um deserto íntimo. Uma passagem de mar. A sede e o sal procurando a boca.
Um beijo.

Luis Eme disse...

diz tanto este poema...

que Maré, sempre com gosto salgado, mesmo no deserto...

abraço

lupussignatus disse...

rumoroso

deserto

povoado

de marítimas

estrelas