sexta-feira, 12 de março de 2010




pouso no silêncio
como uma árvore de outono
finjo adormecer o coração

no susto da noite
as palavras são dedos insurrectos
dentro do nosso exílio

reduzo-me à pronúncia
de um dialecto mudo sobre o mundo

na nudez inocente
é tão lento o instante de um pássaro
com odor de fêmea!


foto: katia ch e a. araujo

25 comentários:

Mar Arável disse...

Na inocência dos silêncios

tudo deve ser lento

Bjs

Leonardo B. disse...

[é na palavra suave, quase áspera de desperta, que se atormentam os sentidos, como nela descansam]

um imenso abraço

Leonardo B.

Jaime A. disse...

por que será que as palavras começam a levantar voo e parecem querer sobrevoar-nos numa quase-omnipotência vocabular? penso que se passa o mesmo com as tuas palavras que sobem e alcançam longe...
bjs

Maria disse...

pouso no teu olhar
como ave migratória
chegada de longa viagem

no silêncio da noite
afago os teus dedos
de onde fluem as palavras

aquieto-me quando
te moves em direcção a mim

é tão lento o teu passo
tão distante o teu abraço
que nem o cio se abre em mim!

Beijo, Maré
(desculpa esta 'variação')...

lupussignatus disse...

despes

o

silêncio




*bom-fim-de
semana*

Aníbal Raposo disse...

Lindo este poema. Esplêndido o manejar da palavra.

Bjs

Virgínia do Carmo disse...

Pousados no silêncio somos eco de nós próprios...

Beijo Maré, sempre submerso, tanta é a ternura...

Luis Eme disse...

as tuas palavras surgem com tanta suavidade...

talvez seja por "pousares" no silêncio...

bjs Maré

ausenda disse...

O silêncio...

e as palavras

pairam

sorrateiramente!

Beijos

heretico disse...

inssurectos dedos das palavras. maculando o silêncio. como murmúrio. no odor de fêmea...

belíssimo. sempre

beijos

O Profeta disse...

Imagino o canto maternal das baleias
Como doce e sentida balada
Imagino um beijo na procura
De uma fugidia criatura amada

Um domador de ventos e tempestades
Uma viagem de aventuras repleta
Serei eu um herói de comédia de enganos?
Ou apenas um pobre e louco poeta

Doce beijo

isabel mendes ferreira disse...

este é um dos siLêncios mais belos...




tao....



beijo.

maria manuel disse...

em silêncio, embalo
lenta no teu silêncio,
instante de pássaro
na lonjura dos dias.

tão belo, Maré!
beijo grande :)

alice disse...

pois...

(sinto-me ridícula nos meus comentários aos teus poemas, mas se me permites a legítima defesa, quero argumentar que a culpa é tua!)

beijinhos*

A.S. disse...

Oiço música


sonho... beijo!


em cada manhã sem dia


no susto da noite


mesmo se a penumbra é cor!


Bjos...
AL

maré disse...

querida Y

ressuscito uma língua de asas a cortar o vento.
conjugo-me marginal à noite. ancoro-me em jasmim perfilada à majestade das estrelas mais maduras e faço-me risco.traço livre de nocturna trança que lhe deixo à porta. moldura de afecto. de verbos.

_____e beijos.

Isabel disse...

Maré................





obrigada. muito.




beijo.

Luis F disse...

Nas asas do vento, trouxe-te um poema:

"As palavras
São como um cristal,
as palavras.
Algumas, um punhal,
um incêndio.
Outras,
orvalho apenas...."
Eugénio de Andrade

Adorei visitar-te e de sentir as tuas palavras. Estás de parabéns pelos momentos únicos.
Bj
Luis

© Piedade Araújo Sol disse...

muito bem e em silencio me quedo.

um beij

Graça Pires disse...

As fêmeas são pássaros com asas de culpa e de inocência. Querem voar bem alto para perderem a sombra...
Um poema excelente, minha querida amiga. Um grande beijo.

maria josé quintela disse...

Da leveza do silêncio sobre o verbo.




um beijo maré.

gabriela r martins disse...

a irresistível poesia de uma maré de espanto.....que ,diariamente ,me espanta quando aqui chego

mais um belíssimo poema ,L




.
um beijo

Nilson Barcelli disse...

Gostava de ter sido eu a escrever este teu poema. Penso que qualquer autor que o leia sentirá o mesmo, aliás.
Magnífico, querida amiga. Dou-te os meus sinceros parabéns por esta pérola poética.
Boa semana, beijos.

arabica disse...

O silêncio que -sempre- escreves tão bem...

Um beijo

© Piedade Araújo Sol disse...

vim reler.

uma boa semana!

beij