sexta-feira, 19 de setembro de 2008


Foto: Fernando Dinis

7 comentários:

Graça Pires disse...

Caminhar por dentro do coração é sempre um risco, uma "dissecação do amor", mesmo que um pássaro de fogo o invada e possua em suas asas a libertação do voo.
Um beijo.

Luis Eme disse...

quase que estive lá...

quase que te vi caminhar...

quase que vi o pássaro pousar...

a única certeza que tenho, é que ouvi o mar...

(quase que é poema... grande improviso, a partir das tuas palavras...)

bjs Maré

mariah disse...

caminhar pela voz do coração é o Caminho mais seguro, ainda que com sobressaltos...
beijo

Iveta disse...

sonhos descosidos... e ficamos nós! sós?!

levo momentos prazeirosos de leitura, deixo um beijo

Mar Arável disse...

Por vezes vale mais um pássaro no coração que um fogo a fingir de pássaro

bruno mateo disse...

Virado do avesso.
Beijo.

gabriela rocha martins disse...

insisto

de um fôlego
e
quase sem palavras

redigo o poema

BELO



.
um beijo